Busca de vídeos e jogos:

 

Serviço online pago do Switch será barato e ganha mudanças muito bem-vindas

05/06/2017 15:35:09

 

 

 

Desde que foi anunciado, antes mesmo do lançamento, o Nintendo Switch já tinha como destino ter um serviço online pago nos mesmos moldes da PSN Plus e Xbox Live, mas até o momento nenhum detalhe havia sido revelado. Agora, a Big N revelou diversas informações, como preço, vantagens e mudanças – e acredite: é tudo bom.

A primeira e maior surpresa boa é que o serviço online terá um valor bem abaixo do esperado. Assim como nos concorrentes, há três modelos: um mensal de US$ 3,99 (R$13), um de três meses de US$ 7,99 (R$ 26) ou um anual de US$ 19,99 (R$ 65). Para termos de comparação, a Xbox Live e PSN custam US$ 59 (R$ 195).

Serviço online

Os usuários poderão jogar online gratuitatamente até o começo de 2018

Além disso, usuários que assinarem poderão, além de jogar online, conversar por voz e participar de hubs online, ganhar descontos exclusivos em alguns games e ter acesso à seleção Classic Game Selection, que traz alguns jogos de NES e SNES todos os meses (Super Mario Bros. 3, Balloon Fight e Dr. Mario foram confirmados).

Mudanças ótimas para os jogos mensais!

Outra novidade bem interessante e extremamente bem-vinda é que, aparentemente (precisamos de mais fontes para confirmar), a Nintendo revelou ao Kotaku que o método de rotação de jogos clássicos mudou. Para quem não se lembra, seria uma espécie de locadora: os títulos“grátis” ficariam disponíveis apenas por um mês e, para jogar mais, seria necessário comprá-los. Agora, o serviço seguirá o modelo da PS Plus e Xbox Live: enquanto você assinar a novidade, os games serão seus.

Alguns games já foram confirmados

Agora, os games do mês serão do jogador enquanto ele pagar a mensalidade, igual à Live Gold e PS Plus

O serviço tem data de estreia para 2018, mas não há mês ou data específica para isso. Até lá, toda a jogatina online é gratuita. Infelizmente, a Big N não deu mais informações sobre o Virtual Console, apesar de ter mencionado o Classic Game Selection. E aí, com um preço bem abaixo e um modelo de negócios diferente, acha que vale a pena? Parece que a empresa andou ouvindo os fãs.

 

Fonte: TecMundo



 


Voltar